sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Livro: "A esperança de uma mãe"


Eu comprei este livro há mais ou menos um ano atrás e não conseguia parar para lê-lo, afinal são mais de 500 páginas (mas de uma leitura envolvente, como é de praxe nos livros da Francine Rivers). Ultimamente por causa das muitas horas de espera em aeroportos e aviões (acompanhando o maridão no trabalho) consegui a deixa que queria para começar a ler. E li em uma semana! 
Já li livros da autora que narram histórias de amor e fé (veja aquiaqui e aqui) através da vida de mulheres fascinantes, e este aqui não deixa de ser um deles. Com a diferença que desta vez, além de falar do amor de Deus, também fala do amor peculiar que existe entre uma mãe e seus filhos. Ela mostra as razões da mãe (nem sempre compreendidas por sua filha) e a visão da filha em relação às atitudes da mãe. Porém ela tem como pano de fundo a Primeira e Segunda Guerras Mundiais onde as personagens se deslocam de países como Suíça, Canadá e Estados Unidos com uma riqueza de detalhes que te insere de forma enriquecedora na história. 
Eu não estou aqui para falar sobre o comportamento destas mulheres, pois conforme você poderá ler no livro, muitas vezes erravam feio na maneira de conviver e tratar umas às outras, porém para chamar atenção ao fato de como nós também erramos em nosso dia-a-dia não só com nossos filhos, mas familiares e amigos. E tudo isto normalmente tentando acertar! Mas o maior problema dos relacionamentos (daquela época e de hoje) é a falta de diálogo. Isto acarretou  muita tristeza e sofrimento às personagens, que além da frieza do mundo em que viviam naquela época, também encontravam esta frieza dentro de casa, em sua própria família.
Leia o livro e perceba se também existe distância entre você e seus filhos, você e seu marido, entre você e seus pais... E tudo causado pela modernidade (passamos horas e horas na frente de computadores, tablets, tvs) em relações virtuais e esquecemos de olhar e falar com quem está do nosso lado. A época muda, mas a estratégia do diabo em distanciar as pessoas e destruir as famílias continua, só que de formas diferentes. 
O livro tem continuação, logo coloco a resenha aqui para vocês! 

3 comentários :

  1. Parece ser um livro bem interessante Fabíola, realmente é muito importante o diálogo e a proximidade. Devemos estar sempre atentos para não deixar as nossas relações se deteriorarem por falta de atenção e carinho!! Muito legal o texto!!

    Muito obrigada pelo carinho de sempre!

    Beijinhos e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga...

    Eis a questão.. famílias tornando-se virtuais, já pensou?

    Grande verdade descrita pela autora e por você. Deve ser muito interessante.

    Feliz semana!

    ResponderExcluir
  3. O Fabíola, o livro deve ser mesmo envolvente, parabéns...

    Bjsssss querida e que a tua semana seja de muita paz e abençoada

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...