segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Porque eu desmascarei o Papai Noel



Existe um versículo na Bíblia bem conhecido pelos pais:

"Ensina a criança no caminho onde deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele".
 Provérbios 22-6

E todo mundo concorda com ele, claro! Devemos ensinar a nossos filhos bons preceitos, boas maneiras, ter educação, serem pessoas respeitosas, etc. Ah, você quer saber a respeito do Papai Noel? Vou te contar o motivo do título deste post. É que aqui em casa ele não entra. Se uma pessoa perguntar pra minha filha de 5 anos "O que você pediu para o Papai Noel neste natal?", não vai ouvir uma resposta muito comum. É que eu desmascarei o Papai Noel. Contei pra ela que ele não existe, que é tudo mentira, que essa bobeira toda que ela vê 24hs passando na televisão e onde quer que ela vá nesta época do ano (no shopping, nos mercados, nas ruas) é tudo para que as pessoas queiram cada vez mais comprar, comprar e comprar.
Você deve pensar que isso é um exagero, que eu deveria alimentar essa fantasia dentro dela, afinal é coisa de criança, todos nós crescemos acreditando... E é este o ponto que eu queria chegar: todos crescem acreditando em mentiras! Parece inofensivo deixar com que a criança acredite nestas coisas, mas não é. Mais cedo ou mais tarde ela vai descobrir que Papai Noel não existe, mas pode acreditar, dentro dela vai sempre restar a sensação de que foi enganada.E que tipo de relação com seu filho você vai criar? Você estará passando a imagem de um pai/mãe mentiroso (mesmo que "com a melhor das intenções").
Aqui em casa impera a verdade, em todo o tempo e em todas ocasiões. Não há concessões. Nem da minha parte e nem da minha filha. A mensagem que passamos para ela é a de que nós não admitimos mentiras e por isso não contamos mentiras.
É este o caminho que eu quero que ela siga, é esta a pessoa que eu sou e quero que ela se espelhe. Este é o caminho que ensino à ela e creio (segundo diz o versículo citado) que dele ela não se desviará. Eu não ligo a mínima para Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, Fada do Dente ou qualquer outra mentira que tentam enfiar goela abaixo nas crianças. Eu ligo sim para a verdade, honestidade, sinceridade e coisas deste tipo, as quais tenho sentido falta no ser humano.
E porque não começar dentro de sua casa? Minha filha sabe que quando ganha um presente é porque mereceu, foi uma boa filha, obediente e que seus pais a amam. Para mim é o que basta para presenteá-la. E não uma data qualquer que me foi imposta para fazer isto.
Pense nisto, você que é pai/mãe e leu este post. 

"Cada um se farta do bem pelo fruto da sua boca, e o que as mãos do homem fizerem, ser-lhe-á retribuído". Provérbios 12-14

3 comentários :

  1. Forte seu post!!!
    Aqui tb ninguém fala de Papai Noel, tanto que perguntam pro meu filho e ele com 3 anos olha com aquela cara do tipo: "do que é que que você está falando?"
    Eu também fui criada sem Papai Noel, nunca senti nada em relação a sonhos, esperanças... não perdi a imaginação por causa disso...
    Pode ter certeza que vc está fazendo o que é certo! Um beijo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, quanta frieza!!! Pois eu sou uma mãe de um casal de filhos, hoje adultos, maravilhosos, íntegros, honestos de bom caráter e boníssimo coração!!! E foram criados acreditando em papai noel, fadinha do dente de leite, e tudo que, acho que são direitos do mundo maravilhoso das crianças! E pode acreditar, meus filhos não mentem, detestam tudo que vem na contramão da verdade e dos bons costumes. Sabe por que? Porque o papai noel não é nenhuma mentira, é apenas a magia maravilhosa que faz parte do mundo da criança! E quando eles descobriram A VERDADE sobre o papai noel, foi tão tranquilo, não houve traumas, nem se sentiram enganados, apenas amados, porque eles conhecem bem os " OS PAIS DE VERDADE QUE ELES POSSUEM" (Sandra Palmeira)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Sandra, em resposta a seu comentário, gostaria de dizer que te respeito e, por isso mesmo o publiquei (ele não foi ofensivo, apenas expressava sua opinião). Porém, discordo completamente de suas palavras (já expliquei bbeemmmm no texto :) E discordo pois não acredito em "magia" do natal, nem que isso precise fazer parte do "mundo maravilhoso" das crianças. Criança tem que viver no lúdico, que segundo o dicionário quer dizer:

      1. Relativo a jogo ou divertimento. = RECREATIVO
      2. Que serve para divertir ou dar prazer

      ...e não na mentira. Eu, como uma mulher cristã, não acredito em "pecadinho" e "pecadão". Eu acredito que devemos ser honestos e verdadeiros, em TODA situação. Diante de Deus, de nossa família, da sociedade. E por isso não compactuo das mentiras criadas pela nossa sociedade que existem com o único propósito de nos fazer gastar, consumir e nos tornam escravas disso tudo.
      Criança tem que brincar sim: pular, correr, gastar energia, fazer esporte, estudar, brincar de boneca (ou de carrinho), enfim, fazer tudo o que é saudável, não só para o corpo, como para a mente e, principalmente, para o espírito.
      Espero que você não tenha se sentido ofendida com minha resposta, com certeza só disse estas coisas com o intuito de esclarecer não só a você, mas a todos os leitores deste blog. Pois quem escreve aqui é uma mãe, esposa, mulher cristã, professora e que tem o objetivo de contribuir para uma sociedade melhor, através das palavras que escrevo aqui e também com a forma que decidi viver minha vida, baseada em princípios bíblicos e na verdade.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...