sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Frutos de Plástico




“E, vendo de longe uma figueira com folhas, foi ver se nela, porventura, acharia alguma coisa. Aproximando-se dela, nada achou, senão folhas, porque não era tempo de figos.” Marcos 11-13

Você sabe o que aconteceu depois? Por não haver encontrado frutos na figueira, Jesus a amaldiçoou. Mas se observarmos atentamente esta passagem bíblica, reparamos que está escrito que não era tempo de figos.  E o que você acha, que Jesus sabia ou não disso? Além disto, também está escrito que ao ver uma figueira com folhas (quer dizer que não estava seca, mas sim com aparência bonita) Ele se aproximou dela. O que eu quero dizer com isso é algo a respeito de nossa vida espiritual.
Quantos cristãos têm a aparência da figueira, aparência de quem está dando frutos (que na verdade são frutos falsos, de “plástico")? Somente Aquele que nos conhece por dentro (nosso coração) é quem sabe a nossa verdadeira aparência. E Jesus percebeu isso ao se aproximar da figueira. O que pode acontecer se Jesus se aproximar de você hoje? Pois para as pessoas ao seu redor pode parecer que você dá frutos, mas para Deus a imagem pode ser diferente.
Jesus sabia que não era época de figos, mas queria ver os frutos mesmo assim! Ele pode olhar para sua vida e não ver os frutos, justamente porque quer de você uma fé sobrenatural, algo que faça acontecer coisas que humanamente falando, são impossíveis. Você tem que nadar contra a maré, dar nó em pingo d’água, fazer do limão uma limonada, não importa a forma de dizer. Mas tem que crer verdadeiramente e mostrar isso a Ele, com atitudes de fé, mesmo que para todos ao seu redor não pareça uma boa época para dar frutos. Para Deus não existe época, tempo bom ou ruim, sorte ou azar. Existe os que crêem e os que não crêem. Quem vive de aparência acaba como a figueira, sem nunca dar fruto algum.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...